Editorial



Neste número, prestamos homenagem ao professor Carlos Alberto Serpa, presidente da Fundação Cesgranrio. Ele é não apenas um renomado educador, mas transformou-se num cultor das artes. Criou uma série de prêmios, entre os quais o de Literatura (Prêmio Rio) e o de Teatro, seguramente o maior do país.

Ele parte do princípio de que Educação e Cultura são verdadeiras irmãs siamesas. Uma não pode viver sem a outra. Partindo dessa lúcida concepção, foram criados cursos originais de Formação de Atores e Gestão Artística, com uma repercussão muito intensa por parte, sobretudo, das novas gerações. É de profissionais assim que o mercado está necessitado. A nossa obrigação é emprestar solidariedade a iniciativa desse gênero.

O Editor