Editorial



São vários os mitos da literatura brasileira, prova da nossa riqueza cultural. Um deles envolve o nome de Euclides da Cunha, escritor fluminense nascido na cidade de Cantagalo, e que se notabilizou pela obra de alcance internacional, sob o título Os Sertões. Trata-se de um livro que aborda a epopeia de Canudos. Euclides cobriu o assunto como jornalista de O Estado de São Paulo. Foram vários artigos que compuseram a sua contribuição. Depois, a sua própria vida entrou em questão, com as peripécias em torno do seu casamento e as cenas de violência que se seguiram. Tudo isso com pitadas de traição e tiros para todo lado, de quem fez parte o militar Dilermando de Assis, com quem a esposa de Euclides traía o marido. Ele era um exímio atirador e acabou levando vantagem nessa disputa. Uma história triste, que maculou a biografia do grande escritor brasileiro.

O Editor