Breves

por Manoela Ferrari

O prédio anexo do BDMG, em Belo Horizonte, foi nomeado Edifício Professor Darcy Ribeiro, em homenagem ao mineiro de Montes Claros que dedicou sua vida à educação e à cultura, numa iniciativa do presidente do Banco, Marco Aurélio Crocco Afonso, em conjunto com o presidente do BDMG Cultural, Rogério Faria Tavares.

Mais de 70 livros de autores capixabas foram lançados em Vitória durante a 5ª Feira Literária Capixaba, no Campus da UFES. O acadêmico Carlos Nejar foi uma das presenças de destaque.

Resultado do trabalho de onze pesquisadores sobre as teorias de Ausubel e Bruner, sob orientação das professoras Maria Judith Sucupira da Costa Lins e Bruna Rodrigues Cardoso Miranda, a Editora CRV lançou Ausubel e Bruner: Questões sobre Aprendizagem.

O jornalista Ivan Barros, estrela das revistas Manchete e O Cruzeiro na década de 1960, que vive em Palmeira dos Índios, é candidato a deputado federal, na eleição de outubro.

Paulo Gravina lançou Prefácio a Shakespeare, texto publicado originalmente em 1765, como prefácio da edição de Samuel Johnson anotada das peças de William Shakespeare. O Prefácio a Shakespeare é assinado pelo bardólatra José Roberto de Castro Neves. A edição conta com um sofisticado trabalho artístico, incluindo ilustrações da Pérola Bonfanti e projeto gráfico e diagramação do John LeeMurray.

Prefaciado pela acadêmica Ana Maria Machado, a Editora Instrínseca lançou o primeiro livro de crônicas da jornalista e escritora Míriam Leitão: Refúgio de Sábado.

De Henrique Sitchin, com ilustrações de Ionit Zilberman, a Editora Panda Books dispôs ao público mais uma obra: Meu Avô Judeu.

Destruído por incêndio em 21 de dezembro de 2015, o Museu da Língua Portuguesa, SP, conforme a Secretaria Estadual de Cultura, volta às atividades no segundo semestre de 2019. Sua recuperação tornou-se possível com o aporte de R$ 65 milhões, sendo R$ 36 milhões provenientes da iniciativa privada e os restantes do seguro do prédio.

Diretora executiva da Casa do Saber Rio, Adriana Zebulun, levou os debates Encontros do Saber também para Vitória, no ES. Coube à antropóloga Myrian Goldenberg a palestra inaugural, no auditório da Rede Gazeta.

Silviano Santiago, Luis S. Krausz, Lilia M. Schwarcz, Eugênio Bucci, Lira Neto e Carlito Azevedo foram escolhidos finalistas do Prêmio Rio Literatura, como autores dos melhores livros de ficção, poesia e ensaio publicados no Brasil em 2017, concorrendo à quantia de R$100 mil. O resultado sai em setembro.

Será de 7 a 11 de novembro a 13ª edição da Balada Literária de São Paulo. Desta vez, homenageando Itamar Assumpção e Alice Luiz. O último evento celebrou Torquato Neto.

Na trilha de Maitê Proença, Fernanda Torres, Maria Ribeiro e outras famosas do mundo artístico, Letícia Spiller se prepara para entregar ao público um livro de poesias com a sua assinatura.

Completando 80 anos em novembro, a Sociedade Hípica do Rio vai ganhar um livro sobre sua trajetória, que vem sendo preparado por Ney Carvalho.

O diretor artístico brasileiro, Adrian Steinway, será o responsável pela montagem de espetáculo, na Itália, destinado a marcar os 500 anos da morte de Leonardo da Vinci. A estreia está prevista para maio de 2019, num vilarejo da Toscana, onde o lendário pintor e escultor nasceu.

Albânia tornou-se o 12º país a publicar O Nome da Morte, livro do jornalista Kléster Cavalcanti, feito para a Editora Record, prestes a receber, no segundo semestre, nova edição nacional. A história também vai virar filme.

Vencedor do Prêmio Jabuti 2016, Amora, livro de contos de Natalia Borges Polesso, terá publicação na Espanha, Argentina e Romênia até o fim do ano.

Em 2017, o mercado digital fonográfico brasileiro registrou receitas de 178 milhões de dólares, acusando crescimento 46% superior ao exercício anterior. No setor, somos o 9º mercado mundial e o principal de toda a América Latina.

Quando a verba anda escassa, acaba sobrando (ou melhor, faltando) para o lado cultural. No BNDES, os patrocínios para o setor encolheram de 12 milhões, em 2017, para meros 4,5 milhões este ano.

Ganhador do Prêmio Rio de Literatura 2016 na categoria “Novo Autor Fluminense”, o livro Tão Fútil e de Tão Mínima Importância, de Tiago Franco, professor de Psiquiatria e Psicologia Médica da UFRJ, foi lançado pela Ed. Grammond.

Com o patrocínio da prefeitura local e organização da Academia Espírito-Santense de Letras, a série Escritos de Vitória sairá, neste segundo semestre, abordando o lado cultural da capital capixaba.

Sai em setembro, pela Editora Record, Bagageiro, novo livro de Marcelino Freire, com truques de escrita e curiosidades sobre o meio literário.

Prosa e poesia deixadas pelo escritor carioca Victor Heringer (1988-2018), bem como Glória, seu romance de estreia, que lhe proporcionou a segunda colocação no Prêmio Jabuti 2013, estão sendo reunidos pela Cia das Letras para publicação, no ano que vem.

Autor do bestseller mundial O caçador de pipas, com mais de 4 milhões de exemplares vendidos só no Brasil, Khaled Hosseini negociou com a Globo Livros sua próxima obra, prevista para setembro. Em inglês, chama-se Seaprayer.

Até o fim de agosto, a Com-panhia das Letras lança 21 lições para o século XXI, de Yuval Noah Harari, autor de Sapiens, que já vendeu 500 mil exemplares.

A Editora Rocco lançou Todas as Crônicas, com a obra completa de Clarice Lispector, com 120 textos ainda não publicados.

Baseado em livro de Malu Gaspar, Eike, Tudo ou Nada, sobre a ascensão e queda de megasprojetos do polêmico empresário Eike Batista, vai virar filme, em 2019, com roteiro e direção de João Jardim.

Interrompido no ano passado, a Caixa Cultural retorna, neste segundo semestre, o processo de seleção de patrocínios de apoio ao setor, nas sete unidades mantidas no país. O aporte está na faixa de R$ 48 milhões.

Primeira dama da cena teatral no Brasil, Fernanda Montenegro, lança, dia 11 de agosto, durante a Bienal do Livro de SP, obra sobre sua vitoriosa carreira de atriz.

Entre 3 e 12 de agosto, no Anhembi, a Bienal do Livro de SP conta, entre outras presenças de destaque, com a do famoso editor de livros Dan Mallory, que ganhou o mundo com o thriller de estreia A Mulher na Janela, aqui lançada pela Ed. Arquisa.

Best-seller no Reino Unido e livro de cabeceira do príncipe Williams, Pai de Elite: treinamento básico, produzido por Neil Sinclair, chegou às livrarias brasileiras, trazido pela Ed. Belas Letras.